À procura da pista perfeita... parte 1


Todo mundo que quer dar uma festa, quer que ela seja "A" FESTA, não é mesmo ? Que "bombe muito", que seja super animada do inicio ao fim, que os convidados se divirtam como nunca e saiam de lá querendo mais.

E o ponto de destaque de uma festa assim é invariavelmente, a pista de dança. Ao longo dos anos (Décadas, na verdade), as pessoas foram cada vez mais ganhando essa percepção. E na mesma medida a figura do DJ ganhou cada vez mais destaque. O "carinha do som", que ficava numa cabine escondida la atras, hoje está no palco. E está ali a pedido do cliente, na maioria dos casos. O DJ passou a ser considerado o principal responsável pela diversão da festa, através da sua habilidade pra animar e manter animada a pista. O que muita gente não sabe é que, apesar de ser o principal ponto, o DJ não é o único responsável por isso. E, SOZINHO, dificilmente vai conseguir alguma coisa.

Existem outros fatores pra se conseguir animação na pista, tão indispensáveis quanto um bom DJ. Os DJs mais experientes sabem : Existem algumas pequenas dicas e estratégias que "preparam" a pista pra que ela receba mais facilmente seu publico. Hoje vou abrir aqui algumas dessas estratégias que eu fui percebendo ao longo de 21 anos de toca-discos.

A maioria delas está voltada para eventos - casamentos, formaturas, festas em geral. Mas muitas valem inclusive pra noitadas, e podem ser aproveitadas por quem é responsável pelas pistas de casas noturnas e boates : __________________________________________________________________________________________

E olha que bacana : Eu fiz uma serie de 7 videos no You Tube para essa matéria, explicando mais detalhadamente todos esses pontos ! Ao longo da matéria, estão todos os videos. Assista, curta e compartilhe !

__________________________________________________________________________________________________ À Procura da pista perfeita - parte 1 : Estrutura e planejamento Vou começar esse guia com a parte física dos planos : A montagem da festa, posicionamentos, estrutura, etc. Vale lembrar que tudo que está escrito aqui faz parte da minha experiência no mercado. Outros DJs e fornecedores podem ter experiências (e consequentemente, opiniões) diferentes sobre os assuntos tratados aqui. Esses pontos podem ser tão válidos quanto os meus. E eu estimulo você leitor, a conhecer todos ! 1. Tamanho : Pista pequena é bom !

Muitos clientes, enquanto planejamos o evento e falamos da pista vem com a famosa

preocupação :

"Será que esse tamanho de pista não tá pequeno não ?"

"Será que não vai ficar apertado?" Minha resposta é sempre a mesma :

RELAXEM. PISTA PEQUENA É BOM. Uma pista grande é mais difícil de se encher, e a explicação é matemática : Mais espaço = precisa de mais pessoas dentro pra encher. Simples assim.

E quando a pista é MUITO grande, por mais gente que você consiga colocar nela, vai ter a impressão de que está vazia, ou "meia-bomba".

Agora vamos pra pista pequena :

Pista pequena enche fácil. Porque "qualquer meia dúzia de pessoas" que entrem nela, já vai parecer cheia, ou que tá enchendo. E AI ESTÁ o pulo do gato : Pista "cheia", ou "enchendo" CONTAGIA as pessoas. Quem está a volta vê que está enchendo e se anima de entrar. "ah mas não pode acabar super lotando?" Sim, pode. Mas não se preocupe com isso. Se não tiver espaço pra dançar dentro da pista e a pessoa quiser dançar, ela vai dançar em volta. Isso dificilmente vai ser um problema pro convidado. E vai ser mais um sinal de festa bombada !

"Olha só nem cabe mais ninguém na pista !!!"

2. Local : Procure Integrar a festa !

Quanto mais integrada for a festa, melhor.

Se depender de mim, pista de dança vai sempre ser no CENTRO da festa, ou num modelo tipo "show". Visível e acessível pra todos. Pista de dança isolada da festa pode atrapalhar um bocado a dinâmica da festa.

A explicação pra isso é a seguinte : Ir dançar na pista significa se expor. A pessoa pra se expor precisa de coragem e muita motivação. E QUALQUER coisa que possa criar qualquer dificuldade, por menor que seja, pro convidado ir dançar, muitas vezes ganha uma dimensão enorme, e um peso maior ainda. Vira pretexto.

"ah cade a pista ? ih la na outra ponta ? Ah daqui a pouco eu vou la" .

Pronto, já perdeu o timing. Uma pista dentro da festa, já te coloca dentro dela. Você já ta ali do lado. Curtiu a musica, levantou da cadeira, bateu pezinho ali do lado da sua mesa mesmo, VENDO a pista, a animação. Daqui a pouco sem perceber, você vai se chegando. Ve um amigo ali na pista, vai ali falar alguma coisa com ele. fica por ali mesmo. Ta animado, vou ficando. Percebe ? São sutilezas - a maioria dos pontos desse artigo trata disso, de sutilezas.

_________________________________________________________________

Vou abrir aqui uma exceção : Em festas de adolescentes, pistas isoladas podem sim funcionar muito bem, as vezes até melhor que a centralizada. O motivo também é simples e todos nós que já fomos adolescentes sabemos qual é : Adolescentes querem mesmo se isolar dos adultos. Uma pista fora da festa, se a festa também tem adultos, algumas vezes deixa eles mais confortáveis. (E as vezes também se torna conveniente pros adultos, que muitas vezes não gostam do repertório escolhido pela molecada.... :) )

3. Luz na medida certa

Luz de pista de dança não pode ser muito clara, mas também não pode ser insuficiente (muito escura). A explicação pra não poder ser muito clara é meio óbvia : Inibe as pessoas. Acho que todo mundo sabe disso...

Só que pista muito escura também não é legal. Tem o fato de que luz de pista de dança, principalmente hoje em dia é algo muito bonito, muitas vezes um show À parte - e que TAMBÉM ATRAI AS PESSOAS.

Pista de dança montada no Clube Caiçaras - RJ

Mas tem também uma outra coisa, que chegou com a interação extrema proporcionada por redes sociais : Instagrams, snapchats e afins. A galera que vai pra um evento maneiro, ou uma balada, hoje, não quer só se divertir até a exaustão. Eles querem mostrar isso ao mundo !!! Quantas vezes você não vê no meio da pista de dança o povo fazendo filmagens selfie no meio do refrão de uma musica, cantando e dançando loucamente ? Muitas, né ? Pois é. Agora tenta fazer esses videos em meio a trevas ...

Ou não vai aparecer nada. Ou a pessoa vai fazer com flash - o que alem de enfeiar a filmagem, pode enfeiar a pista também se um monte de gente resolver fazer isso junto. E... inibir outras pessoas que estejam na pista, fazendo-as sair. E vamo combinar que ter sua festa comentada nas redes por todos os seus amigos na semana seguinte é um baita PLUS pra uma noite que já foi ótima, né ? Resumindo : Uma luz bacana e na medida ajuda sua pista - e ajuda também a filmagem, seja dos seus amigos ou do profissional que você contratou pra registrar o evento.

4. O Bar é seu melhor amigo !

Tem gente que é animada por natureza, e toca o rebu numa festa sem precisar de uma gota de álcool. Mas, convenhamos : Não são, nem de longe, a maioria.

A bebida é, quase sempre, o aditivo da pista de dança. As vezes o combustível também - tem gente que só vai pra pista com um pouco de álcool no tanque.. A ideia é que todos, direta ou indiretamente, querendo dançar ou não, sigam em direção à PISTA. Pra que colocar um open Bar lá na outra ponta da festa ? Pro convidado ir lá (sim porque antes de - talvez - ir pra pista, ele vai lá procurar um pouco de "coragem liquida") encostar, lá, ficar por lá e nunca mais sair de lá ? Lembra do lance do "pretexto" que falei ali em cima ? "ah daqui a pouco eu vou"..

Alex Miranda, do Mixxing Bar

Coloque o open Bar se possível, DENTRO da pista. Colado nela, em torno dela. Assim, o convidado vai la, vai encostar la.... mas encostado lá, ela já ta dentro da pista. Ai só começar a bater o pezinho...

Mas... e se não tiver open bar ?

O ponto é : o principal "centro de distribuição de bebidas" da festa tem que estar ali. Seja um open Bar ou no caso de uma casa noturna, o bar principal da casa.

Alguns eventos não tem open bar contratado - apenas o serviço volante.

Nesses casos, há de se ter uma conversa com o buffet, pra que o serviço ali seja impecável. MAS, tem uma sugestão mais bacana, um opcional bem legal.

Você pode contratar serviços como os da BEBO : Bebidas em um carrinho ou algo do tipo, fixos na pista de dança.

Tive casos ano passado onde os clientes me explicaram que não contrataram um open bar pois estouraria o orçamento.

Indiquei a BEBO - que é uma empresa parceira nossa - pra fazer esse serviço : Drinks engarrafados, e uma atendente com um carrinho-cooler, no meio da pista, oferecendo pra galera. Já ta ali do lado, só pegar.

Esse tipo de serviço pode ser util também pro caso de se ter um open bar contratado, mas por algum motivo ele não poder ficar muito próximo à pista. A ideia é que quem está dançando não precise sair da pista pra "reabastecer".

5. Pontos de interesse : Centralize !

Aqui vale a mesma regra do bar : Não adianta você contratar um serviço que faça parte do "entretenimento" da festa e isolar ele de tudo. Por exemplo, uma cabine de retratos. Já vi varias vezes : Cabine lá na ponta da festa. Ai o convidado vai la na final da festa pra fazer fotos, as vezes encontra outros convidados la, começa a conversar ali, e fica por ali. Em vez de ser um agregador, o serviço acaba se tornando um "concorrente" da pista. É ruim pros 2 - pra pista e pro serviço extra.

6. Aconchego

Todo mundo gosta de conforto, e de aconchego. Então vamos trazer isso pra pista ?

Lounges, sofazinhos, puffs, travesseiros, tapetes e afins, preferencialmente em volta da pista. Obvio que você pode ter lounge em varias areas da festa. Mas o ideal é que os principais (ou os que chamem mais atenção) estejam na pista. Que é onde você quer que seus convidados estejam, não é mesmo ? Lembre-se sempre da máxima que pregamos aqui : queremos chamar a atenção PRA PISTA. Levar todo mundo PRA PISTA

Mutos convidados - normalmente os que já estão indo pra festa com uma vibe mais informal, e de "se acabar na pista", normalmente não procuram por mesas e sim por esses lounges. Querem "se jogar" já desde o inicio. Então vamo facilitar a vida deles, certo ?

Resumo :

A idéia principal quando se planeja um evento focado na pista de dança é subliminarmente, direcionar o convidado pra pista. Facilitamos a vida dele pra que chegue na pista, e fique nela o maior tempo possível. Eliminamos tudo o que pode gerar desconforto a quem está dançando. E eliminamos a "concorrência" de itens que possam dividir a atenção Claro que tudo isso, não vai adiantar nada sem o ponto principal : O DJ (ou atração musical que voce contratar)

E é sobre essa parte que vamos falar no próximo post. Até lá !


Destaques
Recentes