Tecnologia : ela tá ai...

... então, porque não usar ?

don-t-always-dj-but-when-i-do-i-definitely-don-t-use-the-sync-button.jpg

Puristas criticam : "no meu tempo não tinha isso, tinhamos que ser BONS". Usuarios se defendem : "esse povo parou no tempo, tecnologia ta ai pra ser usada"

Eu particularmente, me aproveito dos 2 mundos : O Vintage, mantendo os Toca discos como plataforma de discotecagem principal. E o tecnologico, linkando esses mesmo toca discos a uma plataforma que me permite ter um repertorio virtual dentro do notebook, em vez de infinitos engradados de discos. O ponto é : Existe uma diferença entre ser escravo da tecnologia, e usa-la a seu favor. Fica a dica.

Muita gente faz confusão.

No meu meio (DJ´s) então... é engraçado até.

A maioria dos DJ´s critica direto o uso do SYNC (Sync é um botão que voce aperta que automaticamente iguala a velocidade das 2 musicas , facilitando assim o trabalho do DJ).

sync.jpg

Alguns mais extremistas criticam o uso do Master Tempo (um recurso que corrige o tom das musicas, e faz com que voce consiga aumentar/diminuir a velocidade sem que a musica fique com aquela vozinha de alvin e os esquilos / darth vader).

Ai os caras dizem que nao é DJ de verdade que não sei o que lá. Na maioria das vezes uma besteirada que me faz rir.

Existem 3 tipos de DJ´s, sob esse aspecto :

- O que usa a tecnologia a seu favor; - O Escravo da tecnologia - O RUIM, ou que realmente não é DJ de verdade.

Pra começo de conversa :

- O RUIM, é RUIM. De qualquer jeito.

Pode dar o troço pronto na mão dele que ele vai dar um jeito de cagar a porra toda.

- O que não é DJ, nem mixar as musicas vai. Ele não vai usar esses recursos porque ele nem sabe o que é. O que ele vai fazer e tocar uma musica atras da outra, sem nenhum criterio.

Um par de CDJ 2000 Pioneer ou 2 DVD player Lenoxx pra ele vai surtir exatamente o mesmo efeito.

- O Escravo da tecnologia, esse sim deveria pensar em se aprimorar. É o cara que só consegue tocar bem se tiver todos esses recursos à mão. É o cara que por exemplo, não toca Hip-Hop, porque a batida do hip-hop é muito quebrada e o Sync não consegue acertar. Ai ele resolveu só tocar house, ou edm, ou algum outro genero tum-ti-tum-ti.

simpsons i pod.jpg

- E o DJ BOM usa a tecnologia a seu favor.

Se voce der um par de toca discos pra ele e algns discos originais, ele vai tocar de boa. Maaasss... já que a tecnologia está ali, pra AJUDAR. ele se aproveita dela. E ai usa a criatividade pra fazer coisas que não se conseguiria fazer sem ela - ou conseguiria mais ficaria bem feio - como acelerar uma musica significativamente, ou deixar o sync ajustar rapido a musica enquanto voce ja pensa na proxima que vai tocar.

O que a maioria dos puristas não se liga, ou se esquece, é que o que faz a diferença não é a matematica das batidas por minuto, e sim a MAGICA do DJ. A criatividade, o conhecimento do repertorio que ele ta tocando, a noção de estrutura musical, que é o que ele precisa pra :

1. Tocar um repertorio BOM, coerente, e que anime seu publico. 2. Fazer mixagens plasticamente lindas.

Dê um set de musicas com BPMs iguais ao DJ fraco, e ele nao vai tocar as melhores para aquela pista.

Ok, dê as musicas. Diga pra ele QUAIS ele tem que tocar. Diga a ORDEM. E ainda assim. Se ele não tiver as qualidades acima, não vai ficar bom.

Quem é bom, é BOM. Com ou sem tecnologia.

Quem é ruim é RUIM. Com ou sem tecnoiogia

E quem é escravo de tecnologia... Bem uma hora aparece uma festa onde ele tenha que se virar com o que tem.

E ai a mascara cai.


Destaques
Recentes
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Siga o DJ
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square